sexta-feira, 4 de abril de 2014

COMO IDENTIFICAR UM COMUNISTA - ALGUMAS CARACTERÍSTICAS INCONFUNDÍVEIS

Comunismo. Um termo que parece obsoleto, afinal, a União Soviética acabou há quase 20 anos, e países como Cuba e Coréia do Norte provaram que esse sistema utópico só faz por aumentar a massa de miseráveis. Mas não se engane, eles existem e estão entre nós, agindo despercebidos nas escolas, faculdades, empresas e na política.

Após a "queda" da União Soviética, os Comunistas sabiam que esse fato seria usado para questionar sua existência anacrônica, por isso mudaram de nome para continuar a existir, agora sujam o termo Socialismo (o único e verdadeiro Socialismo é o Nacional-Socialismo).
Entretanto foi apenas a denominação que mudou, o comportamento e os objetivos permanecem os mesmos.

1. ALGUMAS CARACTERÍSTICAS INCONFUNDÍVEIS

1) Adoram exibir a camiseta com a estampa do Che, enquanto manobram o Civic do papai no drive-thru do Mc Donalds.

2) Classificam como “intelectual” qualquer pederasta que possua o hábito de apreciar músicas de rimas ricas e elaboradas (como “êta com Tiêta”, por exemplo), nos momentos em que lê as bobagens de Marx e Engels (com um baseado a tiracolo).

3) Sempre defendem os direitos dos homossexuais porque, em sua grande maioria, também são.

4) Possuem a mania infantilóide de chamarem-se entre si de “companheiros”;

5) Referem-se aos que discordam deles como “Fascistas” ou “Nazistas” (como se isso fosse um xingamento);

6) Sempre incluem em suas frases e textos pelo menos uma das seguintes palavras e expressões: burguesia, burguês, pequeno-burguês, camponês, campesino, proletariado, proletário, as elites (que acreditam escreve-se “a zelite”), meios de produção, setores reacionários, reaças, sublevação popular, Internacional Comunista, etc;

7) Gostam de slogans do tipo: “XXX do mundo, uni-vos” e “XXX unidos, jamais serão vencidos”;

8) Freqüentemente citam Marx, Engels, Hegel, Gramsci, Florestan, Chomsky, os mais exaltados até Lenin e Trotsky.

9) Adoram posar de vítimas contando mentiras ou meias verdades sobre o período do Regime Militar, sempre na intenção de convencer a todos de que lutaram pela liberdade. Apenas omitem que queriam instaurar a “democracia Cubana” no Brasil.

10) Falam em censura política, repressão, ditadura, desrespeito aos direitos humanos e genocídio quando estão por baixo, mas quando estão no poder é exatamente o que fazem.

11) Endeusam terroristas, assassinos, seqüestradores, assaltantes e traidores da pátria, como Carlos Lamarca, Vladimir Herzog, Cesare Battisti, etc.





Nenhum comentário:

Postar um comentário