sábado, 22 de março de 2014

Me chamaram de reacionário: não sabem por quê luto


Um fã de comunistas me chamou de reacionário fascista e nazista porque me declarei uma pessoa de direita. Pedi então que me definisse o que é fascismo e nazismo e o que isto tem a ver com alguém de direita.
Não soube responder nehuma das três perguntas. Nem sabe o que é direita ou esquerda. Acham que PSDB é direita!

Em um mar de loucura e paixão comunista, amor ao Gulag, aos campos soviéticos, ao “paredón” cubano, às propagandas norte-coreanas, ao morticínio socialista, á extinção de raças inferiores ensinadas por Karl Marx, em meio a isto tudo, dizer sem sentido algum que sou um fascista ou nazista é um elogio.

Admiradores de comunistas são como aqueles adolescentes que se apaixonam pela voz de outra pessoa ao falarem no telefona, sem ao menos saber sua aparência. O ex-agente da KGB diz que uma destas pessoas só percebe o que é o comunismo que vêem uma bota comunista esmagando sua cara contra um piso de prisão de tortura. Então acaba o romantismo.

A ida de intelectuais europeus e americanos, amantes do comunismo, à União Soviética no governo comunista conteceram milhares de vezes. Eles só percebiam o que realmente era o comunismo quando estavam presos, em algum trem indo para o interior da Sibéria, com milhares de outros presos em pequenos vagões de carga, sem comunicação com ninguém, em um frio de -30ºC. Todos presos por um louco ditador comunista que via espionagem até num bando de maconheiros idealistas da década de 30, 40, ou 50.

Todo tipo de reação emocional esquerdista acaba sendo elogio de quem não lê e não entende… só repete o que ensinam a repetir.

Farol

Nenhum comentário:

Postar um comentário