quarta-feira, 26 de março de 2014

DITADURA ANUNCIA CASSAÇÃO DE MANDATO DA DEPUTADA MARIA CORINA



Nem as "garantias constitucionais"da Constituição Bolivariana escrita pelos esbirros do finado caudilho Hugo Chávez, valem mais. Nesta segunda-feira o deputado de estimação do defunto caudilho, que preside a Assembléia Nacional, o famigerado psicopata Diosdado Cabello, decidiu cassar a imunidade parlamentar da deputada Maria Corina Machado, pelo fato de ter sido convidada pelo Panamá a falar na Assembléia da ONU.

Em tempos passados, foi a Venezuela que cedeu sua cadeira para que Manuel Zelaya, títere de Chávez em Honduras usasse a OEA para obter do plenário a aprovação do golpe de Estado que o dijo cujo preparava em Honduras. Aí, tudo bem, né? Como era de o proveito do Foro de São Paulo e seus comunistas vagabundos aí a reunião da OEA foi aberta ao burlesco brucutu hondurenho.

Para Maria Corina, cassaram-lhe a palavra e ainda expulsaram do recinto os jornalistas que cobriam o evento. Este fato ocorreu com o voto decisivo do governo brasileiro representado por um dos estafetas de Lula no Itamaraty.

É assim que agem os comunistas. Agora, cassaram a imunidade da deputada Maria Corina para processá-la e transformá-la em mais uma prisioneira política do regime que, segundo Lula, aliás "Barba", oferece "democracia até demais".

A democracia é tanta que a Suprema Corte venezuelana está totalmente aparelhada por teleguiados do regime. É bom lembrar que como já afirmei inúmeras vezes aqui neste blog, a mesma coisa do que está ocorrendo na Venezuela, ocorrerá no Brasil, caso a insanidade, o oportunismo e a vagabundagem da maioria dos brasileiros decidir dar mais quatro anos de poder ao PT!

Nenhum comentário:

Postar um comentário