quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Privilégios para Zé Dirceu e Delúbio derrubam diretor de Presídio?


O MP federal de Brasília manda investigar as supostas regalias para presidiários ligados ao PT, entre eles José Dirceu e Delúbio Soares. Alguns jornais disseram que o Diretor do presídio foi obrigado a pedir demissão por ter mandado que Delúbio Soares raspasse sua barba e proibido que um carro da CUT entrasse no presídio.

A barba de Delúbio chegou a provocar mau estar entre os presos, já que a norma é que todos não usem barba.

Em relação às acomodações "especiais", o governo do Distrito Federal tentou se justificar, explicando que é normal que existam celas separadas para presos com "bom comportamento" e àqueles autorizados a exercer trabalho externo, como é o caso de Delúbio Soares.

Essa semana pediram demissão os dois principais funcionários do centro de detenção. Afonso Emílio Alvares Dourado, diretor e Émerson Antônio, vice-diretor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário