segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O que é o capitalismo e porque ele não está funcionando bem no Brasil




O que é o Capitalismo?


O Capitalismo ou a economia de livre mercado é um sistema econômico no qual os indivíduos realizam trocas voluntárias entre si no intuito de satisfazerem seus desejos ou necessidades, alcançando assim o bem-estar.


Neste sistema, os indivíduos são livres para escolher o que, quanto e onde obter um bem (produto ou serviço); da mesma forma que também são livres para escolher onde querem trabalhar e negociar qual será o seu salário; ou, se o indivíduo preferir, pode abrir o seu próprio empreendimento no ramo em que quiser.


No Capitalismo os meios de produção (fábricas, empresas etc) pertencem a indivíduos ou a grupos de indivíduos, chamados empresários, que os utilizam de modo a satisfazer as necessidades de outros indivíduos esperando alguma forma de compensação.


Os empresários sempre trabalham no intuito de satisfazer as necessidades dos consumidores, desta forma, eles se esforçam para atender a demanda de terceiros caso queiram obter algum lucro. Muitos economistas denominam o livre mercado como um sistema onde predomina a supremacia dos consumidores, pois através de suas escolhas diárias, eles decidem quem serão os empresários bem ou mal sucedidos no mercado. Serão excluídos do mercado os empresários que não satisfizerem as vontades soberanas dos consumidores. Normalmente, os consumidores fazem suas escolhas no mercado com base em 2 critérios: menor preço emelhor qualidade do bem. Desta forma, somente sobreviverão no mercado, os empresários que agirem de modo a sempre atingir os interesses dos consumidores.


Características do Capitalismo:


A característica primordial do Capitalismo é a interferência nula ou mínima do Estado na economia (quando o Estado é dono de todos os meios de produção e passa a controlar totalmente a economia, isso chama-se Socialismo). Assim sendo, podemos concluir que o funcionalismo público não tem relação nenhuma com o Capitalismo. Se a interferência estatal deve ser nula ou mínima, então devem existir as seguintes características para que o Capitalismo funcione corretamente:
- baixos impostos;
- Estado Mínimo;
- redução drástica do funcionalismo público;
- livre concorrência entre empresas;
- privatização em larga escala;
- ausência de bancos estatais;
- ausência de empresas estatais;
- câmbio flutuante;
- taxa de juro natural;
- padrão ouro;
- ausência de protecionismo.


Essas características não existem no Brasil. Pelo contrário, aqui ainda existem essas crenças de que o Capitalismo só funciona corretamente se for controlado pelo Estado. Pior ainda, muitos sonham em implantar o regime socialista no Brasil achando que um sistema Estatal altamente controlado por burocratas levará a “igualdade social para todos e fará deste país uma potência mundial”. Os países do Leste europeu conheceram o Socialismo de perto e não querem esse sistema nunca mais em seus territórios. Os países europeus entenderam que o Capitalismo liberal é um sistema econômico infinitamente melhor para qualquer nação que deseja prosperar. Mesmo com seus pequenos defeitos, o Capitalismo ainda é o melhor sistema econômico que o mundo já conheceu. Mas aqui nesse Brasil com a educação debilitada que recebemos vai demorar muito para que os estudantes reconheçam este fato. Aqui ainda sonham com a utopia genocida do Socialismo. Entretanto, os ventos da mudança já começam a soprar no Brasil e uma legião de estudantes já defende o liberalismo econômico Por entender que ele é melhor para todos. Que cada um continue fazendo sua parte para melhorar o destino deste país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário