quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Juiza condena por improbidade administrativa o ex-prefeito Ary Vannazi, atual presidente do PT no RS


Acaba de sair a condenação do ex-prefeito de São Leopoldo, RS, e também atual prefeito do PT, Ary Vannazi, que foi denunciado pelo Ministério Público por crime de improbidade administrativa. Na qualidade de prefeito, ele foi acusado de usar dinheiro público para apoiar o IV Fórum da Juventude – Políticas do Mercosul, realizado em 2007.


. Ary Vannazi foi condenado a ressarcir os R$ 33.600,00 que gastou na época, valor que terá que ser atualizado pelo IGP-M a contar da data do evento. Ele também terá que pagar multa equivalente a 10 vezes o valor do seu salário da época. Além disto, teve os direitos políticos cassados por três anos e seu nome será inscrito no Cadastro Nacional dos Condenados por Ato de Improbidade Administrativa.

. Os promotores provaram nos autos que o IV Fórum da Juventude só atendeu aos interesses do PT.

. Nos seu relatório, a juíza Adriane de Mattos Figueiredo aceitou os argumentos do Ministério Público, segundo os quais “o prefeito infringiu direitos e deveres inerentes ao administrador público, considerando que o referido evento era direcionado exclusivamente aos militantes do partido dos Trabalhadores, não possuindo nenhum interesse público”. Neste caso, há clara infringência ao parágrafo 1º do artigo 37 da Constituição Federal, que estabelece o seguinte:

- A publicidade dos atos, programas, obras, serviços e campanhas dos órgãos públicos, deverá ter caráter educativo, informativo ou de orientação social, dela não podendo constar nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos.

. O inquérito civil número 000890/2009, deixou claro que “o evento denominado IV Fórum de Juventude Políticas do Mercosul, ao contrário do que afirmado pelo réu, teve cunho partidário”.

. Ao final do encontro, foi tirada uma “Declaração de São Leopoldo”, que apresenta uma agenda de programações futuras, denominada “agenda de lutas”, relacionada diretamente com o Congresso Nacioncional do Partido dos Trabalhadores, realizado em agosto daquele ano.

. Nos autos comprovou-se que “o Fórum estava sendo organizado pelo PT e era direcionado exclusivamente para os militantes de esquerda”.

. Na época, boletim do gabinete do deputado petista André Vargas, referia-se claramente à Juventude do PT como organizadora do evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário