terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Governo do Distrito Federal licita R$ 1,4 milhão em alimentos para residência oficial do governador


Por Ricardo Moreira

O cerimonial da Casa Civil do Distrito Federal licitou R$ 1,4 milhão em alimentos para abastecer a residência oficial do governador Agnelo Queiroz (PT) em 2014. A lista inclui 3,6 mil garrafões de água mineral de 20 litros cada, 804 quilos de camarão e 240 quilos de bacalhau...





Edital de licitação mostra que a estimativa inicial feita pelo GDF para o quilo do filé mignon era de R$ 43, mas o valor apresentado pela empresa vencedora da licitação foi de R$ 22 (Foto: G1/Reprodução)

No edital de licitação, o GDF diz que os produtos são necessários ao preparo das refeições diárias fornecidas não apenas ao governador e familiares dele, mas também para atender as reuniões oficiais do governo e encontros nacionais e internacionais.

O edital informa ainda que, todo o mês, a residência oficial em Águas Claras é utilizada para reuniões com secretários, representantes de empresas públicas e autarquias e encontros com os 31 administradores regionais.

A licitação foi dividida em lotes. No 1 está prevista a compra de 15 tipos de carne bovina, incluindo filé mignon e picanha, frango defumado, peito de frango, carne de pato, linguiça para churrasco, carne de hambúrguer e rabada.

O lote 2 tem itens como chantilly, lasanha, macarrão tipo fettuccine, mel de abelha, pasta de gergelim, 540 potes de sorvete de diversos sabores, como tapioca, por exemplo.

O lote 3 prevê a compra de 1.060 caixas de água mineral com gás, outras 1.440 de água sem gás e mais 3.600 garrafões de 20 litros cada de água sem gás. Há ainda 840 pacotes de café torrado e moído do tipo superior de primeira qualidade, 1.800 caixas de ervas para chá, frascos de sucos (cada um com meio litro) nos sabores de pitanga, tamarindo, entre outros.

No lote 4, o GDF prevê a compra de arroz parbolizado e 252 embalagens de milho de pipoca para micro-ondas. O lote 5 inclui 240 embalagens de alcaparra e outras 624 de aspargo. No lote 6 estão previstas 144 embalagens de compota de abacaxi, outras 240 de compota de figo, 252 de cereja em calda, 144 de doces cristalizados e nove tipos de gelatinas.





Edital mostra que a estimativa inicial feita pelo GDF para o preço do queijo tipo reino era de R$ 108 o quilo; empresa que venceu licitação apresentou preço de R$ 35 o quilo (Foto: G1/Reprodução)

O lote 8 inclui 11 tipos de queijo, incluindo gorgonzola (192 kg), emental (120 kg), esférico (120 kg) e gouda (120 kg). No lote 9 tem 240 kg de bacalhau e 804 kg de camarão.

Preços

O quilo da picanha licitado pelo GDF sai, conforme a ata de preços, a R$ 24, do filé mignon, R$ 22, do pato, R$ 38. Com este último tipo de carne, a Casa Civil prevê gastar, ao todo, R$ 6,8 mil.

A lasanha foi licitada a R$ 12 por quilo. Já a embalagem com 420 ml de mel tipo abelha, R$ 5. Cada embalagem com 2 litros do sorvete de tapioca foi licitada por apenas R$ 2. O pacote com café torrado e moído é listado na ata de preços a R$ 7.

Cada quilo de queijo emental, esférico ou gouda, não sai por menos de R$ 50 na lista do GDF. Somente com estes três tipos de queijo a Casa Civil prevê gastar R$ 18 mil. Com camarão, o valor total gasto pode chegar a R$ 29,6 mil. O quilo do camarão tipo pitu foi licitado a R$ 60.




Nenhum comentário:

Postar um comentário