quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

ENQUANTO OS ISRAELITAS QUEREM A PAZ, OS PALESTINIANOS PREFEREM A GUERRA



Uma pesquisa conjunta realizada entre judeus e palestinianos vivendo em Israel revelou aquilo que toda a pessoa de bom senso há muito sabe: os israelitas querem a paz, enquanto que a maioria dos palestinianos preferem a violência.

Esta pesquisa foi conduzida peloInstituto de Pesquisa Harry S. Truman para o Avanço da Paz na Universidade Hebraica e pelo Centro Palestiniano para Pesquisa da Política, em Ramallah, sendo que a pergunta feita a cerca de 2.000 judeus e palestinianos era se achavam que as actuais conversações para a paz deveriam ou não continuar.
Uma maioria de 78% dos israelitas disseram que as conversações deveriam prosseguir, apesar de actualmente só 5% mostrarem alguma esperança de que haja algum verdadeiro acordo de paz. Pelo outro lado, apenas 30% dos palestinianos revelaram o desejo de que as conversações continuassem, ao mesmo tempo que 41% disseram apoiar um regresso à violência contra os judeus israelitas.
Sessenta e três por cento dos judeus israelitas disseram temer uma nova explosão de violência terrorista num futuro próximo.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça; quem tem cabeça para pensar, reflita, e entenda porque é que é que este conflito nunca terá uma solução humana...

Shalom, Israel!

Nenhum comentário:

Postar um comentário