sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Embaixador americano denuncia: Hezbollah ajuda ditadura venezuelana a matar estudantes





Transcrito abaixo artigo em espanhol do ex-embaixador dos Estados Unidos junto à OEA, Roger Noriega, expert em assuntos latino-americanos, sobre as suspeitas de que o grupo terrorista islâmico Hezbollah está operando na Venezuela em apoio à repressão desencadeada pela ditadura comunista de Nicolás Maduro desde que a maioria do povo venezuelano está nas ruas pedindo o fim do castro-chavismo que domina o país.

Neste artigo Noriega revela que "um homem a quem o Departamento do Tesouro dos Estados Unidos aponta como um operativo da organização terrorista Hezbollah, aparentemente se transferiu da Síria para a Venezuela nos últimos dias em apoio à violenta repressão do governo venezuelano contra os manifestantes estudantis.

Ghai Atef Nassereddine foi listado pelo governo americano em 2008 por proporcionar apoio logístico e financeiro ao Hezbolá.
Noriega, afirma em seu artigo que 'duas testemunhas também me revelaram que Nassereddine foi chave para obter a aprovação de Nicolás Maduro no estabelecimento de esquemas de lavagem de dinheiro do Hezbolá por meio de entidades venezuelanas.


Um plano implicava a transferência de petróleo sírio por meio de uma refinaria operada pela Venezuela no Cariba para evadir divisas internacionais. Esses convênios tem outorgado enormes benefícios para os representantes corruptos do regime de Maduro e Hezbolá.


Mas não é só isso. Familiares desse terrorista já emigraram nos tempos de Chávez para a Venezuela, segundo revela Roger Noriega. Um dos irmãos de Nassereddine participa de um "círculo bolivariano".
Recomendo que leiam o artigo do embaixador Roger Noriega. Embora esteja em espanhol com link ao final para a leitura em inglês, dá perfeitamente para compreender o texto mesmo aqueles leitores que conheçam pouco o espanhol.


Nenhum comentário:

Postar um comentário